Gás Sulfídrico (H2S), em esgoto, ataque ao ferro


Controle de Odores em Estações de Tratamento de Esgotos (ETE’s)

Compostos químicos orgânicos ou inorgânicos resultado de atividade bacteriana ou originários de atividade industrial, quando lançados na rede de coleta podem dar origem a mau cheiro no ambiente.

Entre os mais comuns, presentes em ETEs, citam-se:

  • Gás Sulfídrico (H2S), formado a partir da ação de microrganismos sobre sulfatos e outros compostos de enxofre em condições anaeróbias. Em ETEs o H2S é produzido em etapas de baixa circulação do efluente como nos decantadores primários, adensadores, tanques de estabilização e áreas de manejo de lodo. Possui odor desagradável (“ovo podre”) sendo detectado pela maioria dos indivíduos em concentrações baixas como 2-4 ppb. É letal em concentrações acima de 300 ppm e ataca o concreto, ferro, além de outros metais;

Por journey

system analyst lawyer journalist ambientalist

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: