A PIOR SOLIDÃO É NÃO TER AMIZADES VERDADEIRAS.


Ao pensar nas pessoas que já encontrei em minha vida, relembro de cada momento em que juntos construímos uma história. Alguns me ensinaram a ser criança e outros me deram a oportunidade de ser adulto. Aprendi que amigos é a gente que escolhe, pois não escolhemos pais, irmãos e parentes em geral, mas sempre podemos escolher se vamos dedicar o nosso amor e carinho a alguém que chega a nós de maneira indireta. É verdade que não temos o mesmo sangue, não crescemos juntos e não convivemos desde o berço; mas é verdade, também, que compartilhamos das mesmas esperanças e da mesma fé.

Muitos já se foram, mudaram de cidade, construíram família. Você conhece as pessoas que o esquecem e você esquece as pessoas que você encontrou, mas às vezes você conhece pessoas que você não pode esquecer. Os melhores em um ano se tornam bons no outro e no seguinte já nem se tem noticias, mas fizeram a diferença.

Independente de qualquer coisa, um amigo joga tudo para o alto e lhe quer sempre bem. Respeita seus momentos de silencio, chama a atenção quando algo está errado, ri das suas tolices, liga-te no meio da noite só pra falar um oi, aparece sem razão nenhuma em sua casa só pra ver se você está bem, manda uma mensagem para falar que não se esqueceu de você. Prestam atenção ao que você não diz e sabem o que está sentindo. Talvez as melhores sejam aquelas em que haja muita discussão, muita disputa e mesmo assim muito afeto.

Zelo por todos que estão ao meu lado. Se eu pudesse colocaria a felicidade ao alcance de todos que me rodeiam e sempre quero o melhor para eles, preservando-os e potencializando-os. Divido com eles todos os momentos, sejam de tristezas ou alegrias. Gosto de confessar meus segredos e meus projetos mais íntimos. Não importa o dia e nem a hora, mas estarei presente sempre que me chamarem; Muitas vezes esqueço até de mim! Faço mais por quem está ao meu lado do que por mim mesma! Respeito suas idéias, seu modo de agir mesmo que isso vá contra meus princípios.

A solidão é o sentimento de não ser lembrado por ninguém. No vocabulário de língua portuguesa a palavra “solidão” significa: estado de quem se sente ou está só. È engraçado de como a gente vive rodeado de pessoas e mesmo assim se sente sozinho. Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só. A pior solidão é não ter amizades verdadeiras.

Depois de um tempo você percebe que não estão com você pelo que você é e sim pelo que pode proporcionar a elas. Pessoas que no princípio se fazem de nossas amigas, brincam, riam, desabafam… Aos poucos vamos notando que a partir do momento em que consegue a amizade dos outros, a gente deixa de existir! Amigos falsos? Não! Pra mim essas pessoas nunca foram meus amigos. Aprende que confiança é uma palavra muito frágil e que fidelidade só existe no dicionário e que na prosperidade é muito fácil encontrar amigos, mas na adversidade não há nada mais difícil. Muitos não percebem o quanto eu os considero especiais e o quanto minha vida depende de suas existências. Às vezes, quando os procuro, noto que eles não têm noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo! Há certas horas que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho, ao lado, sem nada dizer… Há certas horas, quando sentimos que estamos pra chorar, desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente, a brincar com a gente, a nos fazer sorrir. Alguém que ria de nossas piadas sem graça, que ache nossas tristezas as maiores do mundo, que nos teça elogios sem fim e que apesar de todas essas mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade inquestionável. Que nos mande calar a boca ou nos evite um gesto impensado; alguém que nos possa dizer: Acho que você está errado, mas estou do seu lado. Ou alguém que apenas diga: “Sou seu amigo!”

 Enfim, me sinto só!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s