PATRONATO PENITENCIÁRIO – INAUGURADO EM PORTO VELHO O ESCRITÓRIO SOCIAL DE ATENÇÃO À PESSOA EGRESSA


da Redação


18Shares

facebook sharing button
twitter sharing button
email sharing button
whatsapp sharing button
print sharing button
PATRONATO PENITENCIÁRIO - Inaugurado em Porto Velho o escritório social de atenção à pessoa egressa - Gente de Opinião

Resultado de parceria entre a Prefeitura Municipal de Porto Velho, Governo do Estado, Tribunal de Justiça e a Associação Cultural e do Desenvolvimento do Apenado e Egresso (Acuda), a sede do Patronato Penitenciário – Escritório Social de Atenção à Pessoa Egressa foi inaugurada na manhã desta quinta-feira (6/12). O escritório fica localizado na esquina da Av. Farquar com Carlos Gomes, 1575, na região central da capital.

O projeto do Patronato Penitenciário atende o egresso e o livrado de condicional, tendo como objetivo a redução da massa carcerária, em especial a reincidência criminal.

A solenidade de inauguração do escritório contou com presença de autoridades, gestores públicos e servidores, além de apresentação do coral feminino do Centro de Ressocialização Sueli Maria Mendonça, formado por reeducandas que concluíram o curso de Técnica Vocal, que faz parte do projeto ‘Capacitar para Ressocializar’.

O Patronato Penitenciário é gerenciado pelo método Acuda, que será aplicado de maneira progressiva, considerando a fragilidade da rede de atenção pública existente, ou seja, tão importante quanto atender ao egresso é o desafio de mobilizar os equipamentos públicos, previstos nas políticas nacionais e locais, para interferir positivamente no processo de quebra de estigmas sociais e de garantia de direitos individuais de cidadãos.

O prefeito Hildon Chaves, em seu pronunciamento, disse que o Patronato é a finalização do processo de ressocialização do apenado. “Sem Patronado, no dia da sua libertação, o apenado não tem nenhum apoio e isso aumenta muito a possibilidade de reincidência, então, esse acolhimento, no momento do reingresso na sociedade, faz toda diferença no apoio para sua ressocialização”, disse o prefeito.

Hildon Chaves lembrou que a implantação do Patronato é um sonho antigo do Tribunal de Justiça, que hoje torna-se realidade, resultado de parcerias da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas do Tribunal de Justiça de Rondônia (Vepema) e a Associação Cultural e do Desenvolvimento do Apenado e Egresso (Acuda).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s