4 DICAS PARA VOCÊ DRIBLAR O IMPULSO DE COMPRAR


22.03.2018 Adicionar aos favoritos

COMPARTILHE

Se você é daquelas pessoas que sempre chega em casa com uma sacolinha na mão, talvez as emoções estejam te impulsionando a comprar sem necessidade. Nesse caso, antes de seguir qualquer dica para economizar, você precisa dar um passo atrás e tomar consciência sobre esse comportamento. “Não adianta querer cortar as compras excessivas se, no fundo, você não se incomoda com elas. É preciso perceber os prejuízos das ações não sustentáveis”, explica Graziela Suman, planejadora financeira.

Para mudar esse comportamento, você terá que fazer um exercício de autoconhecimento e incluir hábitos na rotina. Confira 4 dicas para te ajudar nesse processo:

1. Encontre uma motivação

Fica mais fácil mudar ou criar um hábito quando temos um pontapé inicial. É igual começar dieta: a calça jeans que não entra mais pode ser a razão para comer melhor no dia seguinte. Encontre o que te incomoda no consumo excessivo: é o guarda-roupa que não cabe mais nada? Não sobra dinheiro no fim do mês para viajar? Perceba algo na sua vida que as compras por impulso atrapalham e lembre-se disso sempre que estiver na fila do caixa.

2. Um dia de cada vez

Pense em não comprar apenas por um dia. “Colocar metas muito altas é ter mais pressão sobre si: vira mais uma emoção para administrar e você acaba cedendo, pois acha que não consegue”, comenta Graziela. Por isso, vá aos pouquinhos. É só aquele sapato que você experimentou e não vai levar; só essa camisa nova do seu time que não comprará hoje; e assim por diante.

3. Se estiver com as emoções à flor da pele, guarde a carteira

Um dia cansativo, o término de um relacionamento, a fome após uma longa reunião de trabalho. Essas e outras situações nos deixam vulneráveis emocionalmente. “São momentos em que você tende a comprar coisas desnecessárias porque quer suprir um sentimento”, explica a planejadora. Por isso, tente equilibrar as emoções para equilibrar, também, seus hábitos de consumo. Evite ir ao mercado com fome, por exemplo. Se você se depara com duas latinhas de tamanhos e preços diferentes, precisa fazer uma regra de três para identificar a mais barata. Na pressa, acaba levando qualquer uma e pode pagar mais caro pelo mesmo produto.

4. Congele o cartão e abandone o carrinho

Você ainda pode adotar pequenas estratégias para te lembrar de não comprar por impulso. Que tal abandonar o carrinho cheio na loja online? Da próxima vez que voltar ao site, é capaz de perceber que não precisa daqueles itens.

Outra dica simples é colar uma etiqueta no cartão de crédito com a frase “preciso disso agora?”. Toda hora que estiver com o cartão na mão, você terá de repensar uns segundinhos – que podem ser suficientes para evitar uma compra impulsiva.

Na mesma onda de ganhar tempo, há quem coloque o cartão de crédito em um pote de água no congelador. “Dá para acalmar as emoções enquanto o cartão descongela e repensar a compra”, conta Graziela.

LEIA TAMBÉM:

Quanto custa ter um pet?

Bitcoin: conheça a it moeda do momento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s