Os 7 Segredos da Prosperidade Judaica


1-perícia

2-cultura empreendedora

3-ter mentores

4-aceitar a crítica/repreensão

5-ter um bom nome

6-guardar dinheiro

7-

Não há como negar: a prosperidade judaica é surpreendente. De fato, os judeus são conhecidos pela relação diferenciada que possuem dinheiro.

A população judaica representa apenas 0,2% da população mundial. Mas pasme: 11% dos bilionários do mundo são judeus. Atualmente mais de 20% dos prêmios Nobel foram concedidos a judeus. Quando falamos de Estados Unidos, 2% da população é composta por Judeus, porem cerca de 50% dos bilionários estadunidenses são judeus.

Esses dados são surpreendentes!

Tão surpreendentes que despertam nossa curiosidade em entendermos o porquê os judeus são tão prósperos financeiramente.

Então se você quer saber o porquê os judeus são tão prósperos, continue comigo e descubra quais são os 7 Segredos da Prosperidade Judaica, e como você pode aplicá-los em sua vida para também prosperar!

Observação: este é um blog focado em ensinar o que a Bíblia diz sobre finanças pessoais. E é nas Sagradas Escrituras que encontramos os alicerces do Judaísmo. Sendo assim, é lógico buscarmos entender quais são os Segredos da Prosperidade Judaica.

Então, sem enrolar, vamos ao primeiro segredo:

Mas antes, vale dizer: se você gosta mais de vídeo, saiba que existe uma versão deste artigo em vídeo:https://www.youtube.com/embed/ZreW4EqxZw4?feature=oembed

1˚ segredo da prosperidade judaica: Ser Perito

Você já observou um homem perito em seu trabalho? Será promovido ao serviço real; não trabalhará para gente obscura.

Provérbios 22:29

Indo direto ao ponto, ser perito significa ser bom no que se faz. Ser perito é ser habilidoso no seu trabalho. É saber fazer bem, aquilo que você se propõe a fazer.

Essa é de fato uma característica visível entre o povo judeu. Tão visível que que grande parte da tecnologia que usamos nós nossos smartphones é desenvolvida em Israel; Muito do desenvolvimento da tecnologia bélica é feito por judeus; E ainda, vários avanços da área de medicina, são promovidos em Israel.

Não há escapatória: para prosperar é preciso fazer bem o que você se propõe a fazer. É preciso ser perito no seu trabalho.

Se você é contador, que seja um contador perito. Que você seja o melhor contador que você pode ser. Se você vende pipoca na rua, que o melhor vendedor que possa ser. Se é enfermeiro, que seja o melhor que pode ser.

Não importa se você não é valorizado. Nem mesmo se você receberá ou não uma promoção no trabalho. Não importa se estão te vendo ou não! Você precisa dar o seu melhor! Precisa ser o seu melhor! Você precisa fazer bem aquilo que você se propõe a fazer!

Não falo isso apenas para soar bonito. Do mesmo modo, a Bíblia não fala que o perito será promovido ao serviço real, apenas para soar bonito. Ela fala por que é real.

Mesmo que você venda doces no sinal de trânsito, é bem provável que, se fizer um trabalho excelente, diferenciado, cedo ou tarde alguém vai te ver. Alguém poderá te dar uma oportunidade para receber um salário maior.

E ainda mesmo que você não receba oportunidade de outras pessoas, sendo perito no que faz, você provavelmente vai descobrir formas de progredir financeiramente.


Sendo objetivo… Eu já vi camelos prosperarem! Já vi ambulantes prosperarem! Também já maquiadoras, faxineiras, manicuras prosperarem!

E imagine… Todos estes prosperaram sendo peritos no que faziam.

Então seja você também um perito em sua profissão. Leia livros, faça cursos, se conecte com outros bons profissionais. Busque ao máximo evoluir no que você faz.

2˚ segredo da prosperidade judaica: Ter Uma Cultura Empreendedora

No mundo das finanças, empreender é colocar uma ideia em prática gerando valor para sociedade.

O empreendedor observa algum problema no mundo, imagina a solução, e executa a solução.

Exemplo: você pode ver o problema do transporte caótico em nossas cidades, imaginar que uma solução seria facilitar o acesso daqueles que precisam se locomover com aqueles que sabem dirigir e precisam trabalhar. Daí criar o serviço de transporte via aplicativo chamado Uber.

Mas não se espante. Este é apenas um exemplo. Para ser empreendedor não precisa criar uma multinacional desse porte.

Para ser um empreendedor basta, observar as oportunidades e problemas que existem, maginar as soluções e colocá-las em prática. E nisto o povo judeu tem muita experiência.

Hoje Israel é conhecida como a nação das startups. E de fato, diversas startups de sucesso surgiram lá. Podemos citar a WazeWix, e Fiverr.

Fato é que o judeu possui uma cultura empreendedora. Uma cultura de imaginar soluções e colocar essas soluções em prática.


Eu mesmo já ouvi judeu falando: “Ninguém fará por você, aquilo que deve ser feito por você”.

Preste muito atenção no que vou dizer:

As chances de prosperar financeiramente empreendendo são muito, mas muito maiores, que sendo funcionário de uma empresa.

Não acredita? Então olhe a lista das pessoas mais ricas no do mundo note que a grande maioria é empreendedor. A grande maioria possui negócios e empresas. A grande maioria não é funcionário de uma empresa!

Infelizmente o Brasil ainda não possui uma cultura forte de empreendedorismo. Na verdade, a maior parte das nossas escolas nos ensinam apenas a sermos bons funcionários. São poucas escolas que valorizam a cultura do empreendedorismo.

É relativamente fácil entender o porquê o povo judeu possui essa forte cultura empreendedora. Afinal, eles sofreram inúmeras perseguições ao longo dos tempos: foram aprisionados na babilônia, escravizados no Egito, oprimidos pelos romanos, perseguidos na segunda guerra!

Devido a tudo isso, em muitas épocas o povo judeu esteve morando em terras estrangeiras, em ambientes desafiadores. Diante dessas dificuldades, a cultura empreendedora foi florescendo e tomando força.

Vamos agora ao terceiro segredo, mas antes peço que me siga no Facebook e Instagram, em ambos é @vamosprosprar. Já seguiu?

3˚ segredo da prosperidade judaica: Ter Mentores

Quando não há conselhos os planos se dispersam, mas havendo muitos conselheiros eles se firmam.

Provérbios 15:22

Mentores são pessoas que estão (ou já estiveram) onde você deseja estar.

Se você deseja conhecer a Deus, um mentor apropriado é alguém que conheça a Deus. Mas se deseja ter um negócio de sucesso, o mentor que você precisa é alguém e quem (ou já teve) um negócio de sucesso. Se seu desejo é ter uma vida financeira mais prospera, o mentor mais adequado é aquela pessoa que entende de finanças e que é próspero financeiramente!

É claro que você pode aprender muita coisa sozinho – não duvido da capacidade humana de aprendizado. Mas convenhamos, aprender com quem já sabe (com quem já fez) é muito mais prático, rápido e eficiente.

O povo judeu conhece a importância dos conselhos. Nos vemos isso ao estudar a história de pessoas na Bíblia. O rei Davi tinha mentores. Salomão também tinha. Podemos observar exemplos de mentoria entre Moisés e Josué (Ex 24.13; Dt 31.1-8), entre Elias e Eliseu (1 Rs 19.19-21; 2 Rs 2.1-16). A verdade é que os relatos bíblicos de mentores e conselheiros são inúmeros.

Mas daí você pode estar se perguntando:

Como eu posso ter acesso aos mentores que eu preciso?

Aqui vem a boa notícia dos tempos modernos…

Antigamente você teria que morar próximo ao seu mentor. Você teria que conhecer pessoalmente seu mentor. Antes você teria que convencê-lo a te aconselhar.

Mas atualmente, você tem acesso ao conhecimento de diversos mentores no conforto do seu lar. Hoje, por meio da internet, você tem acesso aos ensinamentos de especialistas de praticamente todas as áreas do conhecimento que existem. Hoje você tem acesso aos mentores por meio dos livros, vídeos, artigos, através cursos online.

Nunca foi tão fácil aprender com os maiores peritos das mais diversas áreas do saber.

4˚ segredo da prosperidade judaica: Aceitar a Repreensão

Pobreza e afronta virão ao que rejeita a instrução, mas o que guarda a repreensão será honrado.

Provérbios 13:18

Disse anteriormente que ser perito é um dos segredos da prosperidade judaica. Também disse que ter mentores é outro segredo. Agora eu digo: outro segredo da prosperidade judaica é aceitar a repreensão.

O povo judeu foi forjado por meio de incontáveis dificuldades. Pense bem. Quantas vezes eles enfrentaram ambientes hostis? Quantas vezes tiveram que se reinventar longe de suas terras?

Diante de cenários desafiadores, qualquer erro pode ser muito. Perante a grandes adversidades, ter atitudes corretas é fundamental.

Talvez isso explique a maior facilidade do povo judeu em aceitar a repreensão. Pois aceitar a repreensão, em muitos momentos, se tornou o único caminho viável.

Pense na quantidade de provérbios que existem sobre repreensão. Deixo três apenas como exemplo:

Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto.

Provérbios 27:5:

Todo o que ama a disciplina ama o conhecimento, mas aquele que odeia a repreensão é tolo.

Provérbios 12:1

Quem acolhe a disciplina mostra o caminho da vida, mas quem ignora a repreensão desencaminha outros.

Provérbios 10:17

Infelizmente a repreensão não é valorizada por muitos brasileiros. Muitos são os que ficam amargurados, tristes e deprimidos após uma repreensão.

A verdade é que, para repreender a maior parte dos brasileiros, é preciso todo cuidado para não chatear ninguém.

Quanto a isto, ouça o meu conselho: se você quer progredir na vida, seja humilde e aceite repressões.

Se a repreensão está te mostrando algo que você faz, que poderia ser melhorado: aceite! Mesmo que ela tenha sido feita de uma forma não muito apropriada. Aceite a repreensão e cresça com ela.

E outra coisa: se você tem mentores, saiba que muitos podem não dar as repreensões mais afetuosas do mundo. Alguns podem não ser os mais cuidados ao repreenderem alguém. Então, se você quer acelerar seu progresso com o conselho de mentores, você precisa (mais do que nunca) aprender a aceitar repreensões.

5˚ segredo da prosperidade judaica: Ter Um Bom Nome

Vale mais ter um bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado é melhor do que a riqueza e o ouro.

Provérbios 22:1

Certa vez ouvi um judeu falando que “reputação é aquilo que chega antes de você”.

Pense no seguinte:

Certa pessoa foi convidada para numa reunião. Os participantes da reunião são avisados, e aí eles dizem: “que boa notícia, essa pessoa é competente, confiável, um excelente profissional”.

Tudo isso que chegou antes do convidado da reunião chegar é a reputação dele. E a boa reputação é um dos segredos da prosperidade judaica.

E por quê uma boa reputação é uma chave para prosperidade?

Por que ninguém que fazer negócios, acordos ou mesmo se associar com pessoas de baixa reputação.

Me diga: Você emprestaria dinheiro para alguém que todos dizem ser mal pagador? Você compraria um produto de uma marca que você só ouve notícia ruim? Você faria negócio com alguém que muitos dizem ser desonesto?

Provavelmente não!

Então busque ter um bom nome. Busque ter uma boa reputação!

E aqui tenho algo importante para dizer: uma boa reputação e algo que é criado aos poucos. Uma boa reputação não se cria da noite para o dia.

Por outro lado, uma boa reputação pode ser perdida rapidamente. Então, zele por sua reputação! Se falou que fará algo, faça! Pegou algo emprestado, devolva! Marcou uma reunião num determinado horário, chegue no horário marcado! Se não conseguir: informe que está atrasado.

6. segredo da prosperidade judaica: Guardar Dinheiro

Há tesouro precioso e azeite na casa do sábio; mas o homem insensato os devora.

Provérbios 21:20

Sendo sincero, muitos ainda não conhecem o poder que há no guardar dinheiro.

Olha… Se você quer ter paz financeira, se quer ser prospero financeiramente hoje e sempre… é regra: você tem que guardar dinheiro.

Sem dinheiro guardado não há como investir! Não tendo dinheiro guardado você não terá paz para aprender o que precisa para prosperar! Sem dinheiro guardado você nunca será verdadeiramente prospero!

Note bem. Eu nem mesmo falei sobre investimentos. Estou falando da simples atitude de guardar dinheiro. Pois o hábito de guardar dinheiro é muito mais importante do que investir.

Por que é mais importante?

Por que você só consegue investir se tiver dinheiro guardado! De nada adiante você saber tudo sobre investimentos em ações e não ter dinheiro para investir em ações.

Sendo franco: guardar dinheiro é fundamental!

Falo por experiencia própria. Pois eu já vivi sem ter dinheiro guardado. E hoje guardo dinheiro.

Quando você tem dinheiro guardado, você tem paz! Você tem segurança para passar por crises! Você tem liberdade para mudar de profissão e para abrir novos negócios!

A falta de dinheiro guardado conduz a pobreza. Afinal, sem uma reserva temos que correr dia após dia, sem pausa, para garantir o pão do dia seguinte!

7˚ segredo da prosperidade judaica: Ter União

Ao longo da história os judeus tiverem que se mudar em diversas vezes.

Desde o patriarca Abraão (que teve que sair de sua terra e de sua parentela) até os tempos atuais, observamos a constante necessidade judaica de ter que se adaptar em outros locais.

Essa necessidade de adaptação certamente contribuiu para que se tornassem mais unidos. Para que se ajudassem. Para que valorizassem o poder da união como família e como comunidade. Tanto que um dos salmos mais belos e conhecidos diz:

Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união!

Salmos 133:1

É fato. As famílias judaicas são muito unidas. A comunidade judaica também. Quando alguém tem problema, os outros ajudam. Alguém adoece, a família ajuda. Quando existe um problema comum, há união para resolver.

Agora pense um pouco… Pense na divisão que existe no Brasil. Divisão política, ideológica, divisão de classes. É pobre contra rico. Branco contra negro. Patrão contra funcionário!

Parece que ainda não descobrirmos o poder da união!

Ouça-me com atenção: você é mais forte sendo mais que apenas você! Então busque a união de sua família. A união com seu cônjuge e filhos. Fortaleça a união de seus parentes auxiliando uns aos outros. Procure também unir os membros de sua congregação para que possam juntos se fortalecerem no conhecimento de Deus. Busque também unir sua comunidade, seu bairro, sua cidade. Sempre que for possível, se esforce para manter a união. Pois há grande prosperidade na união!

Segredos da Prosperidade Judaica: Conclusão

segredos da prosperidade judaica

Esses são os 7 segredos da prosperidade judaica:

  1. Ser Perito
  2. Ter Uma Cultura Empreendedora
  3. Ter Mentores
  4. Aceitar a Repreensão
  5. Ter Um Bom Nome
  6. Guardar Dinheiro
  7. Ter União

Espero que você faça bom uso desse conhecimento e que ele possa trazer mudanças em sua vida.

Caso você queira mais prosperidade financeira em sua vida, recomendo que assista a Palestra Gratuita onde revelo 3 segredos para sair das dívidas, aumentar sua renda e conquistar a Liberdade Financeira por meio de ensinamentos bíblicos. É só acessar o link na abaixo.

Palestra Gratuita Para Aumentar a Renda e Conquistar a Liberdade Financeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s