7 ALIMENTOS RICOS EM CREATINA


Especialista da área: Dra. Patricia Leite
atualizado em 17/12/2019

A creatina é um tipo de molécula cristalina natural formada a partir de vários átomos de carbono, tais como azoto, oxigênio e hidrogênio. A creatina é sintetizada naturalmente a partir de vários aminoácidos, que em seguida são armazenados nos músculos.  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  https://617f714e5c15a4f1a61b3211fa85c106.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em certas situações, o corpo produz a própria creatina através de aminoácidos como arginina, glicina e metionina. Nestes momentos, quando a ingestão dietética normal de alimentos ricos em creatina não é suficiente para satisfazer as necessidades diárias de energia, é preciso recorrer à produzida pelo corpo.

O processo de fabricação de creatina começa nos rins através da mistura de glicina e arginina para criar GAA (ácido guanidinoacético), que por sua vez é transportado para o fígado através da corrente sanguínea, de modo a convertê-la em creatina. Esta creatina é, então, transportada por fluxos de sangue para os tecidos do corpo, especialmente o músculo esquelético. Assim, cerca de 95% da creatina do organismo é encontrado no músculo esquelético e em algumas células do cérebro, do coração, e cabelo.

Índice deste artigo:

Diferentes formas de creatina

A creatina desempenha um papel de destaque na promoção de energia do corpo, transportando a quantidade necessária de fosfato, a fim de auxiliar a conversão do ADP em ATP para uso pelo músculo. Tal como o nome sugere, a creatina natural é aquela que deriva a partir de fontes naturais. Ela é formada no fígado, no pâncreas e nos rins. Um dos principais alimentos ricos em creatina natural é a carne vermelha, especialmente carne magra. Estima-se que cada 453 gramas de carne crua contém 2 gramas de creatina.

Outros grandes alimentos ricos em creatina são os peixes como atum, salmão, sashimi e sushi, que têm em si propriedades como metionina e ômega 3, que ajudam na síntese de creatina. Do mesmo modo, uma quantidade mínima de creatina podem ser encontrada no leite.

Como mencionado anteriormente, quando a ingestão dietética não é suficiente, o corpo pode sintetizar a sua própria creatina a partir de aminoácidos. Por outro lado, a creatina sintética normalmente aparece sob a forma de suplementos e está disponível numa variedade de formas, como comprimidos, bebidas e barras nutritivas. Um dos mais populares suplementos sinteticamente produzidos é creatina monohidratada.

Benefícios da creatina

A ingestão de creatina é considerada altamente benéfica para as células nervosas, bem como para ajudar a várias outras funções corporais como a construção de tecidos, regularização do metabolismo e para aumentar os níveis de resistência.

Suplementos de creatina têm também sido muito procurados no mundo dos esportes e são altamente recomendados para atletas, lutadores e levantadores de peso para melhorar seu desempenho e aumentar a massa corporal magra. Além disso, alguns estudos revelam que a creatina contém em si algumas características terapêuticas que são vantajosas para evitar algumas doenças como doença de Parkinson, doença de Huntington e doenças neurodegenerativas. 

Possíveis efeitos colaterais

Não importa a fonte de creatina, o seu consumo traz uma série de benefícios, como a promoção de massa muscular magra, aumento de volume da célula muscular, melhora da capacidade de trabalho muscular, melhora da síntese de proteínas e melhora na criação de glicogênio.

Apesar dos benefícios, consumir suplementos de creatina sintética pode produzir algum tipo de efeitos colaterais. Em contraste com a creatina natural, a sintética pode favorecer o ganho de peso. Mesmo que eles sejam considerados benéficos para os vegetarianos, o excesso de consumo dos suplementos de creatina sintéticos pode levar a algum tipo de reações a curto prazo, como desidratação, náusea, diarreia, problemas renais, hipertensão, dores de estômago e cãibras musculares a longo prazo.  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE  https://617f714e5c15a4f1a61b3211fa85c106.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em suma, uma vez que existem críticas mistas ao uso de creatina, para resultados seguros e melhores, é recomendada a indicação de suplementos de creatina por um nutricionista de confiança.

Quais são os principais alimentos ricos em creatina?

A creatina é encontrada principalmente dentro da carne, peixe, carne de porco e frango. No entanto, uma vez que o peixe pode ser servido quase cru, alguns especialistas podem indicar frutos do mar como os melhores alimentos ricos em creatina. Além disso, uma vez que o peixe é facilmente digerível, muitas pessoas podem preferir os peixes, além de ser menos calóricos.

No entanto, a pesquisa mostra que um indivíduo teria que consumir pelo menos 500 gramas de proteína da preferência todos os dias para a ingestão adequada de creatina e muitos podem se apoiar em suplementos para obter essa quantidade.

  1. Arenque: Arenque, dentre os peixes disponíveis no mercado, é a melhor aposta para obter o maior número de gramas de creatina. Além disso, é rico em ômega 3 e por isso mantém a saúde do coração em dia. O arenque pode ser usado na preparação do sushi. Na verdade, o arenque é o peixe com o mais baixo teor de mercúrio, por isso é perfeitamente seguro de ser consumido cru. O arenque fornece ao corpo cerca de 6 a 10 gramas de creatina em uma porção normal.
  2. Atum: O atum é também uma ótima escolha para aumentar a sua ingestão de creatina. Você pode obter 4,5 gramas de creatina em 453 gramas de atum fresco e não na versão enlatada. Pode-se considerar 4g/kg de creatina na versão em lata. Além disso, você pode adquirir metionina, que é um aminoácido essencial responsável por limpar o corpo de metais pesados ​​tóxicos. Ele também melhora o suporte imunológico e a saúde das articulações, duas áreas muito importantes para o desempenho corporal ideal. Além disso, fornece ômega 3 em boas quantidades, o que é saudável para o coração.
  3. Frango: O frango também é um dos alimentos ricos em creatina. Deve-se dar preferência para o preparo cozido e não frito. Além disso, uma boa ideia é cozinhar o frango no vapor ou outra forma que não o coloque em temperaturas elevadas, fazendo com que perca a creatina. De qualquer forma, o frango é facilmente digerido no sistema digestivo e é uma fonte de proteína completa, repleta de todos os 22 aminoácidos. O fato de ser extremamente baixo em gordura e colesterol também faz com que seja um dos alimentos mais indicados pelos profissionais da saúde.
  4. Carne vermelha: A carne vermelha é o tipo de creatina que mais demora para ser digerida pelo organismo, por isso deve ser consumida com cuidado. A carne vermelha magra tem baixo colesterol e gordura, e por isso é a fonte mais saudável para consumo. Versões mal passadas são mais indicadas por preservar mais creatina em grande proporção. Sabe-se que a cada quilo de carne vermelha encontra-se entre 4 e 4,5 gramas  de creatina.
  5. Porco: A carne de porco também é uma boa fonte de creatina. Procure escolher os cortes magros. Dessa forma você terá uma carne mais saudável, com menos calorias e conseguirá cerca de 5 gramas de creatina por kg de carne de porco.
  6. Salmão: O salmão é um superalimento, reconhecidamente como um dos mais saudáveis para você. Tem ótimas quantidades de ômega-3, gorduras boas e é rico em proteínas. Além disso, é uma boa fonte de creatina, tendo 4,5 gramas de creatina por kg de salmão.
  7. Bacalhau: O bacalhau também uma boa escolha para aumentar a sua ingestão de creatina. Você pode obter 3 gramas de creatina em 1 kg de bacalhau. É rico em omega-3 e proteínas. Só é preciso tomar cuidado por ser um peixe geralmente muito salgado.

Como faço para obter 5 gramas de creatina natural?

Uma porção de 453 gramas de carne contém 5 gramas de creatina, por isso é possível obter através de uma dieta rica em proteínas, mas a maioria dos atletas pode não obter a quantidade que necessita através da alimentação. Por isso, precisa encontrar outras fontes de creatina, através da suplementação, para satisfazer os níveis de ATP suficientes para melhorar seu desempenho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s